quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Navegar,















''Deixe-me navegar, neste exuberante oceano cristalino. Permita-me sentir, o vento limpar minha alma, enquanto admiro a presença do pôr-do-sol. Dai-me sabedoria, para tripular esta navegação, sempre em uma única direção. Permita-me ao escurecer, fazer um único desejo as estrelas: Que o amanhã não tenha fim.''
                                                                                                 Matheus Ben                                                                                    

4 comentários:

... disse...

lindo, navegar por ai...

jz

MÁRCIA disse...

Parabéns meu amor pela poesia de suas palavras. Bem escrito!

joao pedro disse...

Legal Isso Me lembra uma musica
We all live in a yellow submarine
Yellow submarine, yellow submarine
We all live....

Realistas . disse...

Que o amanhã não tenha fim, sempre.

Palavras sábias.

nemsemprerealidade.blogspot.com